CPA - Comissão Própria de Avaliação

APRESENTAÇÃO:

 

A Comissão Própria de Avaliação – CPA é formada pela comunidade de professores, estudantes e técnico-administrativos da Faculdade de Jandaia do Sul - FAFIJAN, e por membros da sociedade civil.  Portanto, a CPA deve contar, na sua composição, com a participação de representantes de todos os segmentos da comunidade universitária e, também da sociedade civil organizada. A CPA é composta por um grupo de pessoas capazes de assumir a responsabilidade pelo desenvolvimento de todas as ações previstas no processo avaliativo. Fundamenta-se na necessidade de promover a melhoria da qualidade da educação superior, a orientação da expansão da sua oferta, o aumento da sua eficácia institucional, da sua efetividade acadêmica e social, especialmente, do aprofundamento dos compromissos e responsabilidades sociais.

 

FINALIDADE E OBJETIVOS:

 

A Comissão Própria de Avaliação – CPA tem por finalidade coordenar a AVALIAÇÃO INTERNA ou AUTOAVALIAÇÃO, a qual tem como principais objetivos produzir conhecimentos, por em questão os sentidos do conjunto de atividades e finalidades cumpridas pela instituição, identificar as causas de suas deficiências, aumentar a consciência pedagógica e capacidade profissional do corpo docente e técnico-administrativo, fortalecer as relações de cooperação entre os diversos atores institucionais, tornar mais efetiva a vinculação da instituição com a comunidade, julgar acerca da relevância científica e social de suas atividades e produtos, além de prestar contas à sociedade. Identificando as fragilidades e as potencialidades da instituição nas dez dimensões previstas em lei, a autoavaliação é um importante instrumento para a tomada de decisões e dela resultará um relatório abrangente e detalhado, contendo análises, críticas e sugestões, o qual se mostrará um instrumento apto à superação dos problemas identificados.

            Enfim, a avaliação interna ou autoavaliação é um processo contínuo por meio do qual uma instituição constrói conhecimentos sobre sua realidade, buscando compreender os significados do conjunto de suas atividades para melhorar a qualidade educativa e alcançar maior relevância social.

 

 

COMPOSIÇÃO DA CPA

 

A Comissão Própria de Avaliação – CPA, da FACULDADE DE JANDAIA DO SUL - FAFIJAN, é composta pelos seguintes membros:

Membro da CPA Representação CARGO/CPA
Josefa Fátima de S. Freitas Coordenação Presidente
Éberson Paulo de Aguiar Coordenação Vice-Presidente
Reginaldo Aparecido Verri Corpo Docente - Titular Membro - Representante dos Cursos de Bacharelados
Rosi Maria Basseto Sena Corpo Docente - Suplente Membro - Representante dos Cursos de Licenciaturas
Daiquian Santos de Ponte Corpo Discente - Titular Membro – Representante do Corpo Discente
Edilson Daniel de O. Schmidt Corpo Discente - Suplente Membro - Representante do Corpo Discente
Lucinéia da Silva Pontara Corpo Técnico - Administrativo - Titular Membro – Representante do Corpo Técnico-Administrativo
Rosinei Ramos da S. Oliveira Corpo Técnico - Administrativo - Suplente Secretária – Representante do Corpo Técnico-Administrativo
Hamilton Luiz Rabassi Sociedade Civil - Titular Membro – Representante da Sociedade Civil
Luciano Ribeiro da Cruz Sociedade Civil - Suplente Membro – Representante da Sociedade Civil

 

AUTO AVALIAÇÃO:

 

A autoavaliação é um dos processos que compõem o Programa de Avaliação Institucional da FAFIJAN. Desenvolve-se a partir da análise de dez dimensões institucionais.
 

PRINCÍPIOS E DIMENSÕES DO SINAES

 

A Lei nº 10.861/04, no seu art. 3º, estabelece as dimensões que devem ser o foco da avaliação institucional e que garantem, simultaneamente, a unidade do processo avaliativo em âmbito nacional e a especificidade de cada instituição:

  • A missão e o plano de desenvolvimento institucional (PDI);
  • A política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação e a extensão;
  • A responsabilidade social da IES;
  • A comunicação com a sociedade;
  • As políticas de pessoal;
  • Organização e gestão da IES;
  • Infraestrutura física;
  • Planejamento e avaliação;
  • Políticas de atendimento aos estudantes;
  • Sustentabilidade financeira.

 

PARECER DA COMISSÃO TÉCNICA EM AVALIAÇÃO – INEP:

Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior – CONAES Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa Educacionais Anísio Teixeira - INEP Diretoria de Estatísticas e Avaliação da Educação Superior - DEAES PROPOSTA DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL.

 

PARECER

1. Fundamentação da Análise

Esta análise pautou-se na Lei n.º 10.861/2004, que instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES. Essa Lei definiu dez dimensões institucionais para a avaliação das IES, assegurou a avaliação institucional interna e externa e criou a Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior – CONAES como órgão colegiado de coordenação e supervisão do SINAES. A análise pautou-se ainda na Portaria n.º 2.051/2004, que regulamenta os procedimentos do Sistema e dispõe que a avaliação de instituições será executada conforme diretrizes estabelecidas pela CONAES. A Auto-Avaliação é uma das etapas do processo avaliativo a ser coordenada pela Comissão Própria de Avaliação (CPA). Cabe ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) operacionalizar o processo de Auto-Avaliação a partir de diretrizes da CONAES.         

2. Parecer da Comissão Técnica em Avaliação Comentário do Tipo 1  

Registra-se que a IES atendeu à solicitação de formulação de uma Proposta de Auto-Avaliação e foi emitido o Parecer que segue:   
A proposta apresentada contempla o Roteiro de Auto-Avaliação Institucional 2004: orientações gerais, publicação da CONAES/INEP. A Proposta indica que houve articulação entre a realidade da IES e as dimensões da Avaliação Institucional, atendendo aos princípios e diretrizes do SINAES. É possível identificar, no texto, que a Proposta é resultado da interação entre os atores envolvidos no processo avaliativo, mostra-se coerente com os objetivos e funções de uma Instituição de Educação Superior e assegura a identidade institucional. A metodologia incorpora instrumentos de coleta de dados que possibilitam análise quantitativa e qualitativa. Indica claramente que os resultados servirão de subsídios para a tomada de decisões, de acordo com a inserção da IES no contexto local e regional. Assim, esta Diretoria ressalta que a etapa seguinte é realizar a Auto-Avaliação e utilizar seus resultados para o aperfeiçoamento das atividades acadêmicas e de gestão institucional.

Brasília, 23 de Março de 2004         

Dilvo Ristoff   
Diretor da DEAES/INEP         

F/DACG/AI2005/Comissão Técnica/Parecer – CPA – Tipo 1.

 

 

RESOLUÇÃO Nº 4/2003 QUE REGULAMENTA A AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

 

ALTERAÇÃOES DA RESOLUÇÃO Nº 4/2003

- Resolução 6/2004

- Resolução 4/2005

 

DOWNLOAD DESCRITIVO CPA

DOWNLOAD RELATÓRIO DA CPA

 

CONTATO: Professores: Josefa Fátima de Sena Freitas e Éberson Paulo de Aguiar - cpa@fafijan.br

Aceitamos inscrições dos alunos cujas escolas passaram por greve desde que concluam o ensino médio até 31/03/2016